Reinventando as Revistas de Moda.

Que está ocorrendo uma crise no mercado editorial isso ninguém tem dúvida,depois que a internet  começou as se popularizar e abrir diversos canais de compartilhamento e redes sociais tudo de forma imediata ficou um pouco difícil para as revistas trazerem alguma novidade.

E com as revistas de moda ficou ainda mais complicado pelo fato das tendências se proliferarem de formas virais e cansarem rapidamente.Se é difícil pra nós consumidores seguirmos o que está em alta imagina produzir conteúdo de qualidade como revista mensal.Ainda mais em um cenário que vem mudando junto com o seu público alvo.Estamos nos conscientizando que não dar pra comprar tudo o tempo todo,que precisamos selecionar,escolher melhor para fechar a compra.E isso tudo com um novo olhar sobre a feminilidade,uma olhar mais carinhoso sobre nós que sempre teve que seguir a cartilha do padrão de beleza para ai sim ter sucesso.

Nós estamos mudando e ainda bem que é pra melhor,que possamos inspirar cada vez mais as mulheres a nossa volta.E um mercado que estava acostumado a ditar o que é bonito e feio,certo e errado e o que tem ter e o que não tem ter nas estações do ano foi um grande baque essa primavera feminina.Sim,porque as revistas mais afetadas foram as femininas e de fofocas.

Além de tudo isso estamos em uma crise financeira o que aumentou o desemprego e consequentemente diminuiu o números de assinantes e anunciantes.Então pra manter as redações não estar sendo nada fácil.Por isso que muitos títulos só se tornaram online e outros não suportaram e foram extintas.Porém tudo tem solução quando a gente se conscientiza e parte pra a ação com criatividade e fazendo as mudanças necessárias.Um exemplo positivo é a revista ELLE Brasil.

lea-t-capa-elle-dezembro-venus-botticelli

sonia-braga-elle-capa-dezembro

A Elle teve a brilhante ideia de juntar moda,arte e fotografia.Trazendo obras famosas com personalidades nacionais posando pra capa.A Lea T posou como a Vênus de Boticelli mostrando a novas facetas da mulher,A Sonia Braga como Monalisa de Leonardo da Vinci mostrando que envelhecer não precisa ser visto como algo ruim já que todos também iremos chegar lá.

tais-araujo-lazaro-ramos-elle-capa-dezembro

ze-celso-capa-elle-dezembro

A minha capa preferida!O casal Taís Araújo e Lázaro Ramos sendo o casal do quadro de Klimt  nos lembrando que amor não tem cor e é lindo de todas as formas.O Zé Celso como em O grito do famoso quadro de Munch só que nesse caso o grito é de alegria pra enfrentar as dificuldades.

caetano-veloso-elle-capa-dezembro

E por último mas não menos importante Caetano Veloso em Joiners quadro de David Hockney nos mostrando que nunca é tarde pra gente se reinventar.Achei sensacional porque assim as revistas se tornam colecionáveis.Nenhuma midia precisa sumir pra que outra exista  basta é se adaptar e atrair esse leitor de uma forma mais interessante.Porque amo internet mas é tão bom poder pegar uma revista ou um livro em mãos e folhear até perder o tempo com lindos ensaios.

Fica aqui um pedido saiam das zonas de conforto,ouçam as suas leitoras e abra a mente para a imensa diversidade que nos rodeia.

Gostaram da iniciativa?

Beijos 🙂

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: