Reinventando as Revistas de Moda.

Que está ocorrendo uma crise no mercado editorial isso ninguém tem dúvida,depois que a internet  começou as se popularizar e abrir diversos canais de compartilhamento e redes sociais tudo de forma imediata ficou um pouco difícil para as revistas trazerem alguma novidade.

E com as revistas de moda ficou ainda mais complicado pelo fato das tendências se proliferarem de formas virais e cansarem rapidamente.Se é difícil pra nós consumidores seguirmos o que está em alta imagina produzir conteúdo de qualidade como revista mensal.Ainda mais em um cenário que vem mudando junto com o seu público alvo.Estamos nos conscientizando que não dar pra comprar tudo o tempo todo,que precisamos selecionar,escolher melhor para fechar a compra.E isso tudo com um novo olhar sobre a feminilidade,uma olhar mais carinhoso sobre nós que sempre teve que seguir a cartilha do padrão de beleza para ai sim ter sucesso.

Nós estamos mudando e ainda bem que é pra melhor,que possamos inspirar cada vez mais as mulheres a nossa volta.E um mercado que estava acostumado a ditar o que é bonito e feio,certo e errado e o que tem ter e o que não tem ter nas estações do ano foi um grande baque essa primavera feminina.Sim,porque as revistas mais afetadas foram as femininas e de fofocas.

Além de tudo isso estamos em uma crise financeira o que aumentou o desemprego e consequentemente diminuiu o números de assinantes e anunciantes.Então pra manter as redações não estar sendo nada fácil.Por isso que muitos títulos só se tornaram online e outros não suportaram e foram extintas.Porém tudo tem solução quando a gente se conscientiza e parte pra a ação com criatividade e fazendo as mudanças necessárias.Um exemplo positivo é a revista ELLE Brasil.

lea-t-capa-elle-dezembro-venus-botticelli

sonia-braga-elle-capa-dezembro

A Elle teve a brilhante ideia de juntar moda,arte e fotografia.Trazendo obras famosas com personalidades nacionais posando pra capa.A Lea T posou como a Vênus de Boticelli mostrando a novas facetas da mulher,A Sonia Braga como Monalisa de Leonardo da Vinci mostrando que envelhecer não precisa ser visto como algo ruim já que todos também iremos chegar lá.

tais-araujo-lazaro-ramos-elle-capa-dezembro

ze-celso-capa-elle-dezembro

A minha capa preferida!O casal Taís Araújo e Lázaro Ramos sendo o casal do quadro de Klimt  nos lembrando que amor não tem cor e é lindo de todas as formas.O Zé Celso como em O grito do famoso quadro de Munch só que nesse caso o grito é de alegria pra enfrentar as dificuldades.

caetano-veloso-elle-capa-dezembro

E por último mas não menos importante Caetano Veloso em Joiners quadro de David Hockney nos mostrando que nunca é tarde pra gente se reinventar.Achei sensacional porque assim as revistas se tornam colecionáveis.Nenhuma midia precisa sumir pra que outra exista  basta é se adaptar e atrair esse leitor de uma forma mais interessante.Porque amo internet mas é tão bom poder pegar uma revista ou um livro em mãos e folhear até perder o tempo com lindos ensaios.

Fica aqui um pedido saiam das zonas de conforto,ouçam as suas leitoras e abra a mente para a imensa diversidade que nos rodeia.

Gostaram da iniciativa?

Beijos 🙂

Crônica:Relações Na Real.

Eu escrevo tão pouco sobre relacionamentos e afins né?É que a moda e suas múltiplas mudanças acaba roubando toda a atenção desse blog.Mas de vez em quando é bom mudar o foco do assunto.Estou solteira a um bom tempo e sim gosto da minha vida como é e não tenho problema nenhum.E você também não deveria se martirizar por isso. Afinal relações amorosas é algo que muda a tua rotina e a do outro,então não pode ser qualquer pessoa.Auto estima sempre minha gente!

E essa semana que se passou andei conversando muito sobre o assunto com uma amiga sobre isso logo após da sessão de “Como eu era antes de você”(em breve resenha)e do quando as comédias românticas nos criam fantasias e expectativas que nunca serão vivenciadas nesse mundão real.Não espere o boy magia ir atrás de você no aeroporto,na sua casa ou mudar a vida dele de “galinha” porque conheceu o seu amor.A realidade é nua e crua.

Cena do filme”Amor e outras drogas”

Não adianta ficar só no sinais esperando que ele te decifre como uma esfinge egípcia.Tem que falar,demonstrar ,se jogar mesmo sem joguinhos.Acredito que isso só funcione nas telonas em que mocinho irá se apaixonar pela mocinha porque tá escrito no roteiro,diferente do nosso caso aqui né que depende da nossa boa vontade e o do amado/a.Ah Jú e será que vou sofrer?Vou ser rejeitada?Não sei miga,afinal não sou a mãe Dináh kkk. Agora de uma coisa tenho certeza você poderá ter perdido a oportunidade de conhecer alguém bacana por medo.

O medo ele é paralisante e as decepções são inerentes nessa caminhada.Isso quer dizer que alguém ou algo nos deixará chateado e não temos como evitar.Pessoas cometem erro e nós criamos expectativas sob elas.Ai é sacudir a poeira e dar volta por cima.A gente tem a opção de recomeçar.Já dizia uma canção que Elis Regina cantava:”Viver é bem melhor que sonhar” e se tiver com quem compartilhar melhor ainda.

Beijos 🙂

Jú Figueiredo

O Novo Movimento Da Moda.

Li em dois blogs que eu gosto e acompanho sempre o Modices e Fashionismo falando sobre um assunto bastante interessante e que e vejo pela rede e consequentemente nos afeta na realidade do consumo.Aliás postei na tag Links Interessante:Aqui e Aqui.E me chamou bastante a atenção para um  novo movimento no meio fashionistico.

Depois do boom das fast fashion e dos blogs terem democratizado a moda.O que podemos esperar daqui pra frente?Uma maior conscientização na hora de consumir. Temos muitas informações em pouquíssimos tempo e é praticamente impossível dar conta de acompanhar todas as tendências que surgem nesse mundo de meu Deus.E fora que sabemos imediatamente quais são as marcas que usam mão de obra escrava,a produção das roupas e seus poluentes e por ai vai.Passeando pela internet descobri esse texto incrível sobre boicotes em empresas que pagam muito pouco ou quase nada pela produção de suas confecções também no Link Interessante Aqui  e a visão dela sobre o assunto é bastante real.

Acredite se quiser mais tem marcas que ganham mais visibilidade com boicotes e acabam vendendo muito mais.Bizarro né? Então tudo isso pra explicar que temos as informações necessárias há um click de distância e o fato da economia não está lá essas coisas só ajuda.E vamos ficando mais exigente e buscando novas alternativas como brechós,marcas mais regionais ou menores ou até fast fashion mais garimpando com muita atenção sem sair levando tudo o que ver pela frente. Até porque elas não vão sumir,elas irão continuar mas vão ter que se adequar a esse novo consumidor.

E assim iremos continuar se divertindo e tentando mostrar pro mundo quem somos e o que gostamos através das roupas,mas de um jeito mais pessoal,mais ao nosso estilo.Precisávamos passar por esse momento “loucura fashion” pra valorizar cada pecinha do nosso guarda roupa e acreditar que sim todas podem ser estilosas mas com consciência sempre.

e ai vocês sentem também essa mudança?

Beijos 😉

Juliana Figueiredo

Estamos Todas Iguais?

Li uma entrevista do cabeleireiro Mauro Freire,ele cuida do cabelo da Marília Gabriela e entre outras famosas.E o que me chamou mais a atenção foi o fato dele dizer que estamos todas iguais.E só reforçou a percepção que eu já tinha,realmente estamos muito parecidas quando o assunto é cabelo.Ai você deve tá pensando:Não Jú,discordo de você. Ok,mas só pra mostrar que tem um fundo de verdade,basta assistir ao concurso de beleza Miss Brasil.Todas estão com o mesmo cabelo:Loiras com luzes,longos e ondulados com Babyliss bem inspirado(A.k.a copiado) na Gisele.Eu não lembro de ter visto uma negra com um black lindo ou uma com penteado bem caprichado.

Mas eu acredito que os salões tem culpa no cartório,além do nosso medo de mudar.Toda vez que eu preciso ir ao salão é um drama sem fim porque todos querem alisar o meu cabelo para depois cachear com o babyliss (hãm? bem louco).Como ele é bem cheio,tem bastante volume não tem um que não tente me oferecer uma progressiva,escova de açúcar,chocolate,selagem e afins.E quando resolvo clarear os cabelos pra dar uma mudada,as luzes nunca sai como eu quero simplesmente tem uns que ignoram o que eu peço.E o ruivo?bom melhor nem falar porque saiu um desastre.

Continuo firme e forte,bem feliz com ele ao natural,ainda procuro o cabeleiro que irá me escutar e orientar a melhor forma de execução do processo escolhido.Tudo isso para ilustrar que acharam uma fórmula de deixar todo mundo com mesma cara porque é bonito e pronto.Só que assim como as roupas,os cabelos também fazem parte da nossa personalidade.

Então não tem como um corte ficar bem em todo mundo.Tem gente que combina com cabelos curtinhos,outras cacheados,outras loiras e por ai vai.Então meninas nada de aceitar tudo o que eles sugerem,vocês podem e devem opinar sobre o que irá fazer com o seu cabelo.Vamos ousar sim, mas com a certeza do que vai fazer e sem se arrepender depois.E porque não ousar nos penteados como no post de ontem com as tiaras? É uma boa maneira de começar a usar as madeixas como mais um acessório no look.Eu tô bem disposta a fazer uns penteados para o dia a dia.Viva a diversidade!Ah o link da entrevista tá aqui: Entrevista com Mauro Freire pra quem quiser ler.

beijos 🙂

O Que a Moda Significa Para Mim.

Vejo muita coisa bacana na internet ,looks lindos,meninas estilosas,blogs com conteúdos bacanas.Enfim a internet mudou a nossa forma de enxergar a moda e a moda mudou com a internet.Se antes ela era dita ser restrita a uma pequeno grupo de endinheirados,hoje todo mundo tem acesso ao consumo dela.


Porque pra mim a moda é isso,é escolher todos os dias a roupa pra trabalhar,faculdade,cinema,happy hour,pra jantar com o boy e etc  conforto na hora de pegar o ônibus,metrô ,pra dirigir o carro e afins.Isso me inspira todos os dias,vocês me inspiram!


Hoje tudo é tão corrido que tem ser prático e bonito de acordo com o nosso gosto pessoal.Mas do que tendência,estilo é tudo já dizia Coco Chanel.Isso já está se manisfestando na nossa forma de consumir,cada vez
mais estamos em busca de roupas que nos comuniquem quem somos para o mundo.

Por isso criei o blog,pra trazer sempre a moda do dia a dia.Está sendo uma delicia fazer isso.Estou redescobrindo cada vez mais o meu guarda roupa.E tudo isso além de marca,tentando balancear conforto e o meu estilo.

E eu quero saber, o que é moda para você?

Beijos:)

Jú Figueiredo

Diversidades.

Olhando a timeline do instagram (me segue lá:@juhfigueiredo) e me deparei com capa da ELLE, que é  umas das revistas de moda mais influentes no mundo afora.Adorei a ideia da capa espelhada em todas as leitoras compram e tiram as suas selfies,e isso é bacana pelo fato de que todas somos lindas e estilosas,que não existe padrão de beleza simplesmente porque ela é subjetiva para cada um de nós,o que é bonito para mim não é pra você e assim caminha a humanidade.E para quebrar de vez a intenet  brasileira eis que eles postam essas duas lindezas dando um tapa na cara de qualquer preconceito.Amei tanto que tirei print antes de curtir as fotos.kkkk

wpid-img_20150501_005311.png

A primeira é blogueira do “topetes e vinis” e xará Ju Romano e a segunda é fashion PR e cool hunter Magá Moura.Quem foi que disse só modelo muito magrinha é que sensual e fashion?Todas podemos sensualizar kkkk.E se é dificil ver uma modelo negra,agora ela vem toda colorida dando uma alegria ao nosso olhar,em um mundo que querem nos padronizar o tempo todo.Temos ainda muito tempo até chegarmos no momento em que a auto estima será uma realidade para todas as mulheres,sem se sentirem excluídas pelas revistas mas já foi grande passo.Estamos no caminho certo!

Beijos e um bom feriadão

Ju Figueiredo

Respeite o Seu Estilo.

Esses dias minha mãe teve um dilema com as suas roupas para ir a uma festa de aniversário.Tudo o que ela vestia, não se sentia bem e ai só fazia dizer que não tinha roupas.O que era pura mentira ,o armário está cheio de peças que ela não usa.E que se usou uma vez foi muito.Tudo isso porque fez compras equivocadas,se deixou influenciar pela vendedora,amigas e etc.E ela também tem um grande defeito sempre compra um número menor do que realmente veste.

Resultado qualquer pesinho que ganha já vira um drama,em virtude da roupa já ficar apertada ou nem entrar.Ai eu penso por que passar por tudo isso ,se esse numerosinho não reflete muita coisa do  que nós somos?Ainda mais que a gente não tem um padrão de medição cada marca aqui define o seu P,M e G.Quantas vezes a gente veste M em uma loja e 42 na outra?Eu já passei e sempre passo por isso.Por isso a importância de experimentar mesmo,não só pelo tamanho mas para ver se se gostamos da peça,sentir o tecido no corpo,se vai usar  mesmo e já ir pensando com outras combinações com o que já temos em casa e tenha o seu estilo.É  um investimento que estamos fazendo e em tempos de crise econômica  a certeza é a melhor aliada.Não há sensação melhor do repetir aquela roupa que você se sente linda,confiante e recebe elogios por ele.

Promoção é sempre uma armadilha né?Já perceberam?A gente entra ,vê aquela peça incrível,experimenta pra vê se cabe e leva sem pensar.Quando abre o guarda roupa vem a decepção de não saber com que usar a peça.Ai pensamos vou ter que comprar algo pra combinar com ela e a deixa encostada no canto.Não vale a pena,a verdade que nunca vamos usar.Então como disse antes experimente,pare ,olhe e pense muuito antes de passar no caixa e levar.Respeite o seu estilo e o seu jeito.Prefira um guarda roupa com menos peças e que você use bastante do que um abarrotado que você não utiliza nem metade.

.skirt.

Beijos

Jú Figueiredo

Quando não temos mais todo o tempo do mundo.

Sábado foi meu aniversário,fiz 24 anos e claro vem logo a reflexão de que estamos envelhecendo e com isso a vida pede mais maturidade,tem que tomar decisões mais precisas para a nossa vida.Todo aniversário eu fico refletindo a que rumo a minha vida tá tomando.Vocês também são assim?

A questão toda é quando percebemos que não temos todo o tempo do mundo já cantava o Legião urbana,tá bem no meio entre o vinte poucos anos e vinte e muitos anos ai o negócio começa a ficar sério.Bate um desespero ,a gente planeja tantas coisas ,mas a realidade vem e dar um tapa na nossa cara.Mas eu acredito em futuro melhor,sou uma pessoa positiva,que gosta de pensar que lá na frente tem algo melhor.Por isso não perco a esperança,replanejo e mantenho o foco.Porque crescer não é fácil.Ah se gente soubesse disso quando tivéssemos 15,talvez valorizaria o tempo em que a única preocupação era a escola e os namoradinhos.

Um beijo.

Juliana Figueiredo