Crônica:Relações Na Real.

Eu escrevo tão pouco sobre relacionamentos e afins né?É que a moda e suas múltiplas mudanças acaba roubando toda a atenção desse blog.Mas de vez em quando é bom mudar o foco do assunto.Estou solteira a um bom tempo e sim gosto da minha vida como é e não tenho problema nenhum.E você também não deveria se martirizar por isso. Afinal relações amorosas é algo que muda a tua rotina e a do outro,então não pode ser qualquer pessoa.Auto estima sempre minha gente!

E essa semana que se passou andei conversando muito sobre o assunto com uma amiga sobre isso logo após da sessão de “Como eu era antes de você”(em breve resenha)e do quando as comédias românticas nos criam fantasias e expectativas que nunca serão vivenciadas nesse mundão real.Não espere o boy magia ir atrás de você no aeroporto,na sua casa ou mudar a vida dele de “galinha” porque conheceu o seu amor.A realidade é nua e crua.

Cena do filme”Amor e outras drogas”

Não adianta ficar só no sinais esperando que ele te decifre como uma esfinge egípcia.Tem que falar,demonstrar ,se jogar mesmo sem joguinhos.Acredito que isso só funcione nas telonas em que mocinho irá se apaixonar pela mocinha porque tá escrito no roteiro,diferente do nosso caso aqui né que depende da nossa boa vontade e o do amado/a.Ah Jú e será que vou sofrer?Vou ser rejeitada?Não sei miga,afinal não sou a mãe Dináh kkk. Agora de uma coisa tenho certeza você poderá ter perdido a oportunidade de conhecer alguém bacana por medo.

O medo ele é paralisante e as decepções são inerentes nessa caminhada.Isso quer dizer que alguém ou algo nos deixará chateado e não temos como evitar.Pessoas cometem erro e nós criamos expectativas sob elas.Ai é sacudir a poeira e dar volta por cima.A gente tem a opção de recomeçar.Já dizia uma canção que Elis Regina cantava:”Viver é bem melhor que sonhar” e se tiver com quem compartilhar melhor ainda.

Beijos 🙂

Jú Figueiredo

Links Interessantes.

Rosa é uma cor meio complicada de usar porque sempre esbarra na questão “Barbie”,dar uma infatilizada no look.Então o Um ano sem zara postou ótimos truques e inspirações pra quebrar o preconceito com o tom e sair por ai linda.Como usar a cor rosa.

Sobre as nossas escolhas e largar tudo pra viajar é muito dificil.Mas esse texto é bem legal em aceitarmos os nossos limites.Sobre escolhas.

5

Uma crônica ótima da Júlia Faria sobre as novas ferramentas de paquera.Vale o click,certeza que você vai se identificar.O poder de um like.

Garotas Estúpidas

Ontem rolou em L.A. o Teen choice awards e claro muitas celebridades com looks bacanas e freshs.Teen choice awards

financiamento-coletivo

A internet é incrível né?!A forma como pode juntar pessoas em prol de uma causa ou o espaço que ela dar pra cada um mudar a sua realidade.Prova disso é esse site em que se pode mostrar o seu projeto e pessoas podem investir nisso.O modices trouxe projetos massas e quem sabe você não se tornar um investidor?Projetos legais para apoiar.

O Novo Movimento Da Moda.

Li em dois blogs que eu gosto e acompanho sempre o Modices e Fashionismo falando sobre um assunto bastante interessante e que e vejo pela rede e consequentemente nos afeta na realidade do consumo.Aliás postei na tag Links Interessante:Aqui e Aqui.E me chamou bastante a atenção para um  novo movimento no meio fashionistico.

Depois do boom das fast fashion e dos blogs terem democratizado a moda.O que podemos esperar daqui pra frente?Uma maior conscientização na hora de consumir. Temos muitas informações em pouquíssimos tempo e é praticamente impossível dar conta de acompanhar todas as tendências que surgem nesse mundo de meu Deus.E fora que sabemos imediatamente quais são as marcas que usam mão de obra escrava,a produção das roupas e seus poluentes e por ai vai.Passeando pela internet descobri esse texto incrível sobre boicotes em empresas que pagam muito pouco ou quase nada pela produção de suas confecções também no Link Interessante Aqui  e a visão dela sobre o assunto é bastante real.

Acredite se quiser mais tem marcas que ganham mais visibilidade com boicotes e acabam vendendo muito mais.Bizarro né? Então tudo isso pra explicar que temos as informações necessárias há um click de distância e o fato da economia não está lá essas coisas só ajuda.E vamos ficando mais exigente e buscando novas alternativas como brechós,marcas mais regionais ou menores ou até fast fashion mais garimpando com muita atenção sem sair levando tudo o que ver pela frente. Até porque elas não vão sumir,elas irão continuar mas vão ter que se adequar a esse novo consumidor.

E assim iremos continuar se divertindo e tentando mostrar pro mundo quem somos e o que gostamos através das roupas,mas de um jeito mais pessoal,mais ao nosso estilo.Precisávamos passar por esse momento “loucura fashion” pra valorizar cada pecinha do nosso guarda roupa e acreditar que sim todas podem ser estilosas mas com consciência sempre.

e ai vocês sentem também essa mudança?

Beijos 😉

Juliana Figueiredo

Estamos Todas Iguais?

Li uma entrevista do cabeleireiro Mauro Freire,ele cuida do cabelo da Marília Gabriela e entre outras famosas.E o que me chamou mais a atenção foi o fato dele dizer que estamos todas iguais.E só reforçou a percepção que eu já tinha,realmente estamos muito parecidas quando o assunto é cabelo.Ai você deve tá pensando:Não Jú,discordo de você. Ok,mas só pra mostrar que tem um fundo de verdade,basta assistir ao concurso de beleza Miss Brasil.Todas estão com o mesmo cabelo:Loiras com luzes,longos e ondulados com Babyliss bem inspirado(A.k.a copiado) na Gisele.Eu não lembro de ter visto uma negra com um black lindo ou uma com penteado bem caprichado.

Mas eu acredito que os salões tem culpa no cartório,além do nosso medo de mudar.Toda vez que eu preciso ir ao salão é um drama sem fim porque todos querem alisar o meu cabelo para depois cachear com o babyliss (hãm? bem louco).Como ele é bem cheio,tem bastante volume não tem um que não tente me oferecer uma progressiva,escova de açúcar,chocolate,selagem e afins.E quando resolvo clarear os cabelos pra dar uma mudada,as luzes nunca sai como eu quero simplesmente tem uns que ignoram o que eu peço.E o ruivo?bom melhor nem falar porque saiu um desastre.

Continuo firme e forte,bem feliz com ele ao natural,ainda procuro o cabeleiro que irá me escutar e orientar a melhor forma de execução do processo escolhido.Tudo isso para ilustrar que acharam uma fórmula de deixar todo mundo com mesma cara porque é bonito e pronto.Só que assim como as roupas,os cabelos também fazem parte da nossa personalidade.

Então não tem como um corte ficar bem em todo mundo.Tem gente que combina com cabelos curtinhos,outras cacheados,outras loiras e por ai vai.Então meninas nada de aceitar tudo o que eles sugerem,vocês podem e devem opinar sobre o que irá fazer com o seu cabelo.Vamos ousar sim, mas com a certeza do que vai fazer e sem se arrepender depois.E porque não ousar nos penteados como no post de ontem com as tiaras? É uma boa maneira de começar a usar as madeixas como mais um acessório no look.Eu tô bem disposta a fazer uns penteados para o dia a dia.Viva a diversidade!Ah o link da entrevista tá aqui: Entrevista com Mauro Freire pra quem quiser ler.

beijos 🙂

Mais Amor,Por Favor!

O titulo pode ser clichê,mas a verdade é que precisamos realmente de mais compaixão e solidariedade.A internet tem muita coisa boa,facilitou e permitiu que houvesse a troca de wpid-img_20150530_122717.jpgideias,comunicação e afins.Porém será que ela nos deixou egocêntrico e intolerantes?Pergunto isso porque postei uma frase no meu instagram(segue lá:@juhfigueiredo) e me chamou a atenção o número de curtidas nessa foto.(essa frase ao lado)

Muitas pessoas se encorajam a agredir o outro  com uma gratuidade absurda porque se sentem protegido por uma tela em que simplesmente posso ofender,postar,comentar o que quiser e pronto.Calma aí,respeito é bom e todo mundo gosta.Se a blogueira x posta algo que você não gosta,não precisa externar com tanto desdém e falta de educação ou melhor não a siga e guarde o seu comentário ofensivo para ti.

O que eu vi de comentários negativos com a família Huck por causa de um acidente aéreo que poderia ter matado todo mundo,inclusive os filhos do casal.Foi de uma agressão sem precedentes.Ainda bem que não foi todo mundo que pensa da mesma forma.Teve pessoas que se solidarizou com o casal.Dentre tantos outros casos que diariamente lotam as nossas timeline.

Ainda acredito que é possível fazer do espaço cibernético  um lugar mais agradável.Por isso fica a dica da frase.Bora promover aquilo que nos encanta mais vezes?

Beijos

Jú Figueiredo.